#FicaDica: Radiofrequência & Profundidade - Consulin

Consulin - Centro de treinamento especializado

(19) 98170 - 8895

Dicas

#FicaDica: Radiofrequência & Profundidade

#FicaDica: Radiofrequência & Profundidade

Devido à sua alta eficiência e segurança, a energia de radiofrequência (RF) é amplamente utilizada no campo dermatológico para aquecimento biológico do tecido em várias aplicações estéticas, incluindo facidez da pele, refinamento do contorno corporal e redução da celulite.

A energia de radiofrequência (RF) é um tipo de onda eletromagnética que é exponencialmente atenuada durante a passagem para o tecido alvo. Em altas frequências, a energia é transferida rapidamente para a superfície, atenuando a onda enquanto ela se dispersa. Na menor frequência do espectro da RF, o comprimento de onda é maior e, portanto, o aquecimento não pode ser localizado em áreas limitadas, com isso a penetração de energia é mais profunda. Por esta razão, o termo aquecimento volumétrico de tecidos é utilizado.

A geração de calor por energia de RF opera por transferência de energia do campo elétrico para as partículas carregadas no tecido alvo. Este transferência pode ser alcançada por três mecanismos de interação entre o campo eletromagnético e as cargas:

  1. Orientação de dipolos que já existem nos átomos e moléculas do tecido;
  2. Polarização de átomos e moléculas para produzir momentos de dipolo;
  3. Deslocamento de elétrons de condução e íons no tecido.

No primeiro e no segundo mecanismo, o calor é gerado pela uso de energia envolvida no movimento do partículas em resposta a um campo elétrico. No terceiro mecanismo, o calor é gerado por colisões entre as taxas de transmissão e partículas imóveis. O calor é gerado no tecido por ambos campos, o elétrico e o magnético.

Portanto, o mecanismo de aquecimento dos tecidos por corrente elétrica é baseado no efeito joule:

Onde j é a densidade da corrente elétrica e σ é a condutividade elétrica.  A saber, o oposto da condutividade é chamado resistência ou impedância (R). As regiões do corpo com alto teor de sangue apresentam a maior condutividade elétrica. Desta forma devemos ter cautela com testes de penetração realizados em tecido morto. Por outro lado, o osso, por exemplo, tem muito baixa condutividade elétrica, e consequentemente a corrente elétrica flui em volta sem penetração. A pele seca também tem muito baixa condutividade e deve, portanto, ser hidratada para se aumentar a passagem da corrente elétrica.

Em geral, a condutividade elétrica influencia a profundidade em que a RF penetra. A equação da profundidade de penetração da RF consiste da constante π, da frequência da onda eletromagnética (frequência de teste), da permeabilidade magnética do tecido e da condutividade elétrica do tecido, como segue:

Onde δ é a profundidade padrão de penetração (mm), π é 3,14, f é a frequência de teste (Hz), μ é a permeabilidade magnética (H / mm), e σ é a condutividade elétrica.

Desta equação pode se determinar que a profundidade de penetração da energia de RF em milímetros é inversamente proporcional à raiz quadrada da frequência. Portanto, menores freqüências apresentam maiores taxas de penetração e vice-versa. A capacidade de controlar a profundidade de aquecimento é particularmente desejável em um sistema que é projetado para tratar áreas corporais e faciais.

REFERÊNCIAS

BELENKY, Inna et al. Exploring channeling optimized radiofrequency energy: a review of radiofrequency history and applications in esthetic fields. Advances in therapy, v. 29, n. 3, p. 249-266, 2012.

FRANCO, Walfre; KOTHARE, Amogh; GOLDBERG, David J. Controlled volumetric heating of subcutaneous adipose tissue using a novel radiofrequency technology. Lasers in Surgery and Medicine: The Official Journal of the American Society for Laser Medicine and Surgery, v. 41, n. 10, p. 745-750, 2009.

GABRIEL, Camelia; GABRIEL, Sami; CORTHOUT, y E. The dielectric properties of biological tissues: I. Literature survey. Physics in medicine & biology, v. 41, n. 11, p. 2231, 1996.

GABRIEL, Sami; LAU, R. W.; GABRIEL, Camelia. The dielectric properties of biological tissues: III. Parametric models for the dielectric spectrum of tissues. Physics in Medicine & Biology, v. 41, n. 11, p. 2271, 1996.

TRELLES, Mario A. et al. Histological findings in adipocytes when cellulite is treated with a variable-emission radiofrequency system. Lasers in medical science, v. 25, n. 2, p. 191-195, 2010.

Compartilhe esse artigo

SOBRE O CENTRO DE TREINAMENTO ESPECIALIZADO

Seja bem vinda (o)
Este site foi desenvolvido para acadêmicos e profissionais da área da saúde, que se interessam pelo tema ESTÉTICA e buscam por informação de qualidade. Aqui você encontrará publicações científicas, notícias, eventos e cursos.

O ritmo de vida moderno e urbano condicionou e alterou os padrões sócio-econômicos. Há nas sociedades modernas, uma intensificação do culto à beleza, onde os indivíduos experimentam uma crescente preocupação com a imagem e a estética. A busca por qualidade de vida e saúde, aliada à boa aparência, se tornou uma preocupação constante, fazendo com que o mercado se mantenha aquecido.

Por isso, para ingressar nesse mercado de trabalho é fundamental investir em conhecimento especializado, de forma atualizada e constante.

    Endereço

    Rua Guilherme de Almeida, 81
    Sala 2 - Vila Monteiro
    Cep: 13418-585
    Piracicaba - SP

    Telefone

    (19) 98170.8895

    (19) 98151.6517

    Email

    contato@consulin.com.br