#FicaDica: Olheiras - Consulin

Consulin - Centro de treinamento especializado

(19) 98170 - 8895

Dicas

#FicaDica: Olheiras

#FicaDica: Olheiras

Olheiras…a nomenclatura correta desta afecção é hipercromia cutânea idiopática periorbital.  Não existem diferentes tipos de olheiras, mas sim, diferentes causas associadas e envolvidas em seu aparecimento e evolução. São elas:

 

  • Causa vascular: vinculada à herança familiar autossômica dominante, comum em alguns grupos étnicos, tais como: árabes, turcos, hindus e ibéricos. É possível visualizar a transparência dos vasos sanguíneos sob a pele, quando a mesma tracionada. A hipercromia seria resultado da presença de hemossiderina na região.
  • Causa melânica: vinculada aos efeitos da exposição solar contínua e cumulativa associada ao envelhecimento cutâneo fisiológico que gradativamente vai deixando a pele fina, com lassidão e acúmulo de melanina na região.
  • Algumas outras causas são citadas na literatura, como por exemplo, a hiperpigmentação pós-inflamatória secundária à dermatite atópica e de contato, privação de sono, respiração bucal, etilismo, tabagismo, uso de medicamentos (anticoncepcionais, quimioterápicos, antipsicóticos e alguns colírios), e doenças que cursam com retenção hídrica e edema palpebral (tireoidopatias, nefropatias, cardiopatias e pneumopatias), que ocasionam piora do aspecto inestético da olheira.

 

 

É importante antes de indicarmos qualquer tratamento estético, afastarmos a hipótese das olheiras serem a  causa secundária de doenças sistêmicas, auto-imunes ou neoplasias.

 

TERAPÊUTICA

 

A base do tratamento consiste em melhorar a perfusão sanguínea, favorecer as trocas metabólicas e minimizar a estase microcirculatória do local. Além de estimular a neocolagênese, a fim de promover uma maior deposição de fibras colágenas, aumentar a espessura e a resistência tênsil da pele. Coadjuvantemente associamos procedimentos para a dispersão dos pigmentos de melanina e de hemossiderina do local.

 

 

 

Na minha prática clínica, corroborando com o estudo de Cymbalista (2004), é possível utilizar a  luz intensa pulsada (IPL) para o clareamento da pele da pálpebra inferior.

Os resultados pós procedimento são mantidos sem recidiva por um longo período de tempo, mesmo após um ano de tratamento. A única desvantagem neste procedimento é a contraindicação ao uso da IPL na região palpebral superior.

A carboxiterapia é um procedimento minimamente invasivo, por meio de uma puntura bastante superficial, realizamos a infusão controlada de CO2 até visualizarmos uma importante distensão tecidual com conseqüente descolamento dérmico, estimulando assim, efeitos fisiológicos como melhora da circulação e oxigenação tecidual, angiogênese e incremento de fibras colágenas.

Considero a técnica de carboxiterapia como um “padrão ouro” no tratamento das olheiras.  O seu resultado é visível e imediato. Os procedimentos são realizados semanalmente, com intervalos de 72 horas, finalizando um  ciclo de tratamento, ao final de 1 mês.

 

 

 

Compartilhe esse artigo

SOBRE O CENTRO DE TREINAMENTO ESPECIALIZADO

Seja bem vinda (o)
Este site foi desenvolvido para acadêmicos e profissionais da área da saúde, que se interessam pelo tema ESTÉTICA e buscam por informação de qualidade. Aqui você encontrará publicações científicas, notícias, eventos e cursos.

O ritmo de vida moderno e urbano condicionou e alterou os padrões sócio-econômicos. Há nas sociedades modernas, uma intensificação do culto à beleza, onde os indivíduos experimentam uma crescente preocupação com a imagem e a estética. A busca por qualidade de vida e saúde, aliada à boa aparência, se tornou uma preocupação constante, fazendo com que o mercado se mantenha aquecido.

Por isso, para ingressar nesse mercado de trabalho é fundamental investir em conhecimento especializado, de forma atualizada e constante.

    Endereço

    Rua Guilherme de Almeida, 81
    Sala 2 - Vila Monteiro
    Cep: 13418-585
    Piracicaba - SP

    Telefone

    (19) 98170.8895

    (19) 98151.6517

    Email

    contato@consulin.com.br