Lifting Facial não ablativo - Consulin

Consulin - Centro de treinamento especializado

(19) 98170 - 8895

Blog

Lifting Facial não ablativo

Lifting Facial não ablativo

Márcia Cristina Dias Consulin
Thais Rodrigues
Thamires Pinto Dantas
Aline Pereira

RESUMO

O envelhecimento facial é um processo lento, progressivo e irreversível, influenciado por complexos fatores. Dentre os principais sinais, podemos citar as rugas, a perda da luminosidade e a ptose tissular. O ultrassom focalizado de alta intensidade (HIFU) é capaz de produzir micro lesões térmicas em profundidades precisas, induzindo a uma neocolagênese e consequente rejuvenescimento por meio de um lifting facial não ablativo.

Palavras-chave: ultrassom, envelhecimento da pele, rejuvenescimento.

INTRODUÇÃO

A procura por procedimentos não invasivos mas ao mesmo tempo que sejam seguros e efetivos para o rejuvenescimento da pele aumenta gradativamente a demanda em clínicas de estética. O ultrassom focalizado de alta intensidade (HIFU), é aprovado pela ANVISA, como terapia não invasiva, isto é, não ablativa. O seu transdutor  côncavo faz com que o feixe de ultrassom seja emitido no formato de um cone, com concentração de energia em um determinado ponto focal. Uma característica importante do HIFU, que o distingue de outras técnicas pré-existentes, é a sua capacidade de produzir micro lesões térmicas em profundidades precisas na derme papilar, na derme reticular, como também na camada fibro-muscular, denominada Sistema Músculo Aponeurótico Superficial – SMAS. A alta intensidade energética no ponto focal, eleva a temperatura no local, sem causar danos para os tecidos circunvizinhos.

MATERIAIS E MÉTODOS

Voluntária de 46 anos com quadro de envelhecimento facial Grau III (Lapière e Pierard), após assinar o termo de consentimento livre e esclarecido, concordando em participar do estudo, foi submetida a um procedimento, utilizando-se do equipamento Ultrafocus® (Registro ANVISA 80212480022), na hemiface do lado esquerdo. A hemiface direita, foi utilizada como controle. Como preparação prévia da pele, foi realizada uma higienização com um leite de limpeza básico. Os disparos do HIFU foram fixados em uma distância de 0,5 cm inter pontos. Na 1º varredura, foi utilizada a profundidade de 4,5 mm na região malar, com energia de 1J, Ton 60 ms e potência de 16,6 W. Na 2º varredura, foi utilizada a profundidade de 3 mm nas regiões malar, peri orbital e frontal, com energia de 0,6 J, Ton 50ms e potência de 12 W. Na 3º varredura, foi utilizada a profundidade de 1,5 mm na região malar, peri orbital e frontal, com energia 0,2 J, Ton 30 ms e potência de 6,6 W.

RESULTADOS E DISCUSSÃO

Fig 1: a) Antes do procedimento. b) Imediatamente após o procedimento (controle lado D/procedimento lado E).

O HIFU tratou efetivamente a derme superficial e profunda, bem como o SMAS, pois resultou em um imediato e intenso efeito de suspensão, denominado lifting (Fig. 1). A energia ultrassônica altamente focalizada, criou zonas de coagulação térmicas a 1,5 mm, 3mm e 4,5 milímetros de profundidade, penetrando na pele em profundidades ideais e com precisão geométrica, poupando completamente a epiderme. O SMAS é composto de colágeno e fibras elásticas, semelhantes aos da camada dérmica, no entanto, possui a propriedade de fornecer o suporte e a manutenção da suspensão da pele a longo prazo. Corroborando com a literatura científica, a aplicação de calor a partir de ~ 65 ° C, rompeu as pontes de hidrogênio que mantêm as fibrilas de colágeno em conjunto, resultando em contração imediata desta estrutura (“skin tightening”). Segundo Fabi (2015), após o tecido ser induzido termicamente pelo HIFU, ocorre uma imediata tensão de seus septos, com consequente estímulo à neocolagênese com resultados muito semelhantes à um lifting cirúrgico.

CONCLUSÃO

O HIFU, promoveu um imediato e visível tensionamento da pele por meio de um lifting não cirúrgico, resultando na redução objetiva do sulco nasogeniano, das rugas frontais e das rugas perioculares, demonstrando efetividade, boa tolerância e segurança para o uso.

REFERÊNCIAS

1. BROBST, Robert W.; FERGUSON, Maria; PERKINS, Stephen W. Ulthera: initial and six month results. Facial plastic surgery clinics of North America, v. 20, n. 2, p. 163-176, 2012.
2. CHAN, Nicola PY et al. Safety study of transcutaneous focused ultrasound for non-invasive skin tightening in Asians. Lasers in Surgery and Medicine, v. 41, n. S21, p. 46-46, 2009.
3. FABI, Sabrina G. et al. Evaluation of microfocused ultrasound with visualization for lifting, tightening, and wrinkle reduction of the décolletage.Journal of the American Academy of Dermatology, v. 69, n. 6, p. 965-971, 2013.
4. FABI, Sabrina Guillen. Noninvasive skin tightening: focus on new ultrasound techniques. Clinical, cosmetic and investigational dermatology, v. 8, p. 47, 2015.
5. JEWELL, Mark L.; SOLISH, Nowell J.; DESILETS, Charles S. Noninvasive body sculpting technologies with an emphasis on high-intensity focused ultrasound. Aesthetic plastic surgery, v. 35, n. 5, p. 901-912, 2011.
6. KHAN, Husain Ali; BAGHERI, Shahrokh. Management of the Superficial Musculo-Aponeurotic System (SMAS). Atlas of the oral and maxillofacial surgery clinics of North America, v. 22, n. 1, p. 17-23, 2014.
7. KHAN, Husain Ali; BAGHERI, Shahrokh. Surgical Anatomy of the Superficial Musculo-Aponeurotic System (SMAS). Atlas of the Oral and Maxillofacial Surgery Clinics, v. 22, n. 1, p. 9-15, 2014.
8. LAUBACH, Hans J. et al. Intense focused ultrasound: evaluation of a new treatment modality for precise microcoagulation within the skin. Dermatologic Surgery, v. 34, n. 5, p. 727-734, 2008.
9. MACGREGOR, Jennifer L.; TANZI, Elizabeth L. Microfocused ultrasound for skin tightening. Semin Cutan Med Surg, v. 32, n. 1, p. 18-25, 2013.
10. PAK, Chang Sik et al. Safety and Efficacy of Ulthera in the Rejuvenation of Aging Lower Eyelids: A Pivotal Clinical Trial. Aesthetic plastic surgery, v. 38, n. 5, p. 861-868, 2014.
11. ONI, Georgette et al. Evaluation of a Microfocused Ultrasound System for Improving Skin Laxity and Tightening in the Lower Face. Aesthetic Surgery Journal, v. 34, n. 7, p. 1099-1110, 2014.


Mestre em Fisioterapia. Pós Graduação em Fisioterapia Dermato Funcional. Docente do Curso de Graduação em Fisioterapia-UNIMEP. Coordenadora da Pós Graduação em Fisioterapia Dermato Funcional-UNIMEP. E-mail: macconsu@unimep.br
Pós Graduação em Fisioterapia Dermato Funcional.

SOBRE O CENTRO DE TREINAMENTO ESPECIALIZADO

Seja bem vinda (o)
Este site foi desenvolvido para acadêmicos e profissionais da área da saúde, que se interessam pelo tema ESTÉTICA e buscam por informação de qualidade. Aqui você encontrará publicações científicas, notícias, eventos e cursos.

O ritmo de vida moderno e urbano condicionou e alterou os padrões sócio-econômicos. Há nas sociedades modernas, uma intensificação do culto à beleza, onde os indivíduos experimentam uma crescente preocupação com a imagem e a estética. A busca por qualidade de vida e saúde, aliada à boa aparência, se tornou uma preocupação constante, fazendo com que o mercado se mantenha aquecido.

Por isso, para ingressar nesse mercado de trabalho é fundamental investir em conhecimento especializado, de forma atualizada e constante.

    Endereço

    Rua Guilherme de Almeida, 81
    Sala 2 - Vila Monteiro
    Cep: 13418-585
    Piracicaba - SP

    Telefone

    (19) 98170.8895

    (19) 98151.6517

    Email

    contato@consulin.com.br